04/05/2013

Alexandre Aja’s MANIAC: Uma genial e perturbadora releitura do Clássico de William Lustig.




MANIAC, 1980, de William Lustig é um de meus filmes de Horror favoritos e com certeza é um dos 10 melhores filmes de Serial Killers já realizados. A trajetória de Lustig no Cinema, em filmes  como: VIGILANTE e MANIAC COP são fontes de forte influência para diretores do mundo inteiro. O jovem e talentoso cineasta francês: ALEXANDRE AJA é um desses diretores. Além da forte infliência dos mestres do Horror Cinematográfico Italiano, Aja sempre demonstrou um especial fascínio pelo clássico de Lustig. Depois de nos divertir muito com ALTA TENSÃO, THE HILLS HAVE EYES e PIRANHA 3D, Alexandre Aja assume as funções de Roteirista e Produtor e em 2012 lança o brutal e perturbador:remake de MANIAC, que é mais que um remake, é uma releitura, uma homenagem ao filme em si e a outros filmes de Serial Killers. Para a Direção convidou o amigo FRANCK KHALFOUN, que aparece como ator em ALTA TENSÃO e foi Diretor de outra produção de Aja: P2.



Para o papel do assassino em série: Frank, foi escalado o protagonista de O Senhor dos Anéis: ELIJAH WOOD, em atuação perfeita, com uma dramaturgia singular onde o ponto de vista do maníaco é o foco narrativo estrutural, nós somos os olhos do assassino, que aparece na maioria do tempo, diante de espelhos. Na abertura já aparece de forma marcante essa estrutura do olhar, em um excelente plano-sequência onde ele observa um mulher caminhando na rua terminando o plano com o enquadramento dos olhos do ator no espelho do carro, imagem tão marcante que virou o cartaz do filme. O detalhe gore dos escalpelamentos é perfeito e muito mais gráfico do que no filme  original. Muito bem realizada a sequência do metrô, assim como o ataque da mulher que está ouvindo um tema clássico na banheira, com forte estilização visual e um chocante realismo. Brilhante a sequência da morte de uma mulher que Frank conhece na internet, onde vemos a vítima dançando ao som de “Goodbye Horses”, que também aparece na sequência onde o assassino de O SILÊNCIO DOS INOCENTES está se maquiando e colocando sua peruca. Essa releitura de MANIAC está no mesmo nível de clássicos absolutos como TENEBRE e NEW YORK RIPPER. Com certeza é o melhor filme de Horror do ano. IMPERDÍVEL E OBRIGATÓRIO !!!











7 comentários:

Blob disse...

Também gostei muito! Oportuna sua citação ao Tenebre e ao NY Ripper, também me lembrei do climão desses gialli nesse remake.

Marcelo Carrard disse...

Sim, são grandes influiências dele, ainda quero rever para observar mais detalhes ainda...

Tony Sarkis disse...

Esse filme me surpreendeu muito, embora eu não tenha visto a versão original, que por sinal eu comprei e chega essa semana!!
E realmente possui grandes influências dessas obras citadas, que são verdadeiras obras-primas do gênero!!

Fahrenheit32 disse...

Esse eu quero assistir. Embora considere Wood bom ator, dificilmente sua interpretação sequer se aproximará da de Spinell, que parecia levar o "personagem" consigo. De fato ele era um ator complicado e sua complicação se fez mais latente ao perder a sua mãe, a também atriz Mary Spinell, tanto que o mesmo morreu não muito depois. Ele geralmente interpretava novaiorquinos de mente complicada e intempestiva. e atuava com grandes diretores como Scorcese e Friedkin.

Marcelo Carrard disse...

A narrativa mostrada pelo ponto de vista do assassino nessa nova versão proporciona um outro tipo de interpretação, de dramaturgia. Claro que o Maníaco original ér interpretado de forma mais densa por um excelente ator. Mas ambos filmes tem seus méritos e é interessante ver o original e em seguida essa releitura que é mais brutal e aprofunda um pouco mais o trauma relacionado a figura materna

Roberto disse...

Um ótimo filme, um clima perturbador e uma trilha sonora perfeita do Rob. A escalação do Elijah Wood foi um grande acerto, justamente pelo seu tipo franzino e pouco ameaçador.

Togetherness Fetish disse...

Marcelo, você assistiu um filme independente inglês chamado "Penetration Angst"? Eu andei pesquisando a respeito para uma postagem no meu blog mas descobri bem poucas referências. Acabei fazendo o post só com o que eu tinha (para os propósitos do meu blog era suficiente), mas fiquei curioso em saber se você não tinha mais informações, especialmente sobre as gêmeas.

http://togethernessfetish.blogspot.com.br/2013/03/silvia-and-sonia-conjoined-angst.html

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...