11/09/2012

SANGRE DE VIRGENES aka BLOOD OF THE VIRGINS: o Clássico Exploitation argentino de Emilio Vieyra.


O Cinema de Gênero na América Latina possui uma série de produções surpreendentes. Países como: México e Argentina conseguiram deixar suas marcas    com filmografias cultuadas até hoje. Outros países do continente pontuaram com produções também muito singulares, isso sem esquecer do Brasil e sua produção vasta e pouco reverenciada de filmes de Horror/Exploitation que ainda não possuem lançamentos dessas obras em DVD e Blu Ray. Nomes se destacam nesse conjunto de filmes. Na Argentina surge o nome do Diretor: EMILIO VIEYRA, que ao lado do Produtor: ORESTES TRUCCO, dirigiu uma série de filmes de Horror na década de 60, sem esquecer do Casal: ARMANDO BO e ISABEL SARLI que causaram escândalo e sensação com seus filmes que transformaram Sarli na Musa Mundial do Erotismo Latino. Em 1967, Emilio Vieyra lançou o ousado: SANGRE DE VIRGENES aka BLOOD OF THE VIRGINS, uma pioneira mistura de Horror e Erotismo inseridos em uma trama de vampirismo.


A trama é ambientada na badalada região de Bariloche, onde jovens partem em uma viagem que é interrompida      no meio da noite por um problema mecânico.        Onde esse grupo vai parar no meio da noite? Na mansão com fama de mal-assombrada onde no passado um casal de vampiros fez um pacto de morte, que aparece na abertura longa do filme. Belas cenas de nudez e sexo e alguns momentos mais intensos de sangue e violência fizeram com que o filme ficasse muitos anos proibido pela rígida censura argentina. Curiosamente no Brasil, o filme foi exibido com o nome de: AS VIRGENS DO VAMPIRO. Alguns momentos realmente revelam um Vieyera esteta, com enquadramentos de rara beleza em suas composições. Os olhos arregalados e sedutores do vampiro e das mulheres lembram os clássicos como o Drácula de Bela Lugosi, mas me lembrou muito o olhar expressivo de Zé do Caixão. A sequência dos caixões sendo cremados é sensacional, assim como a maneira como o Diretor mostra a nudez das atrizes e as cenas mais violentas. Um Clássico absoluto do Horror Cinematográfico Latino Americano que merece ser reverenciado. Altamente recomendada é a Edição da MONDO MACABRO para o filme, com  qualidade excelente de imagem e extras muito bons.

PS 1: O Cartaz de AS VIRGENS DO VAMPIRO foi cedido gentilmente pelo amigo: César Coffin Souza.
PS 2: O Blog: NUDO E SELVAGGIO tem agora um desdobramento também no FACE BOOK:




0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...