19/05/2012

LA VIA DELLA DROGA aka THE HEROIN BUSTERS: Um genial filme de Ação do Mestre: Enzo Castellari.


Nesse final de semana precisava de um filme muito especial para me emocionar, para me transportar para dentro de sua trama e me fazer sentir o coração batendo de emoção sincera. Como eu sempre digo, os filmes acabam nos encontrando nos momentos certos e nesse sábado a noite a mágica aconteceu novamente. Pude saborear o fabuloso filme de um de meus heróis do Cinema de Gênero Italiano: ENZO CASTELLARI, o homem por trás do BASTARDOS INGLÓRIOS de 1978, que inspirou Tarantino a realizar sua Obra-Prima homônima. O filme de Castellari em questão é: LA VIA DELLA DROGA aka THE HEROIN BUSTERS, 1977, com os cultuados atores: FABIO TESTI e DAVID HEMMINGS encabeçando o elenco sensacional. Sublinhando tudo, uma trilha sonora muito inspirada dos meninos do GOBLIN em seu auge, em sua melhor fase. A Fotografia precisa e sem exageros ficou a cargo do talentoso:GIOVANNI BERGAMINI, que colaborou com Castellari em Bastardos Inglórios e com Umberto Lenzi no Clássico: Cannibal Ferox.


WOLFANGO SOLDATI no pael do viciado em heroína: Gilo, rouba a cena com suas crises de abstinência e em seu cotidiano sórdido e violento muito mais explorado do que a questão da investigação policial em si. Hemmings interpreta o lado da Lei e Testi o lado dos traficantes, dos malvados, mas Castellari não transforma essas representações em marcas maniqueístas e com o passar do tempo passamos até a torcer pelo ‘Vilão”. As sequências de ação, com perseguições e tiros, são muito interessantes, bem ao estilo do Filme Policial Italiano, e por que não dizer europeu de recriar esse gênero tão presente e difundido pelo Cinema Norte-Americano. A longa sequência da perseguição das motocicletas no túnel e fora dele são incríveis, muito bem filmadas e sem a preocupação de serem virtuosas. O filme tem a marca, o estilo de Castellari do início ao fim.


Na abertur vemos o caminho do transporte e distribuição da heroína em várias partes do mundo, de Hong Kong até Roma. É impressionante como a trilha sonora do Goblin tem uma força diegética, isso fica muito evidente em vários momentos como no tiroteio no edifício em construção. Montagem precisa e bons atores conseguem construir um filme mais indicado ao público maduro e já iniciado no Cinema de Gênero. Sua primeira metade não é alucinada nem muito violenta pois o filme constrói a atmosfera de suspense e ação aos poucos sem pressa culminando em uma inacreditável perseguição entre dois aviões pequenos que culmina em um final inesperado. Obrigatório e altamente recomendado.



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...