11/04/2012

AUTOSTOP ROSSO SANGUE aka HITCH HIKE: O genial Road Movie de Pasquale Festa Campanile.


Na vida de todos nós que amamos o Cinema de Gênero de maneira incondicional existem filmes que conhecemos por sua fama, por seus atores, pelas trilhas sonoras, mas nunca vimos  de fato. Tem os casos daqueles filmes que vimos em cópias muito ruins ou com severos cortes da censura, o que era comum na era  do VHS ou até nos cinemas nos anos 70 e 80. Um desses filmes que somente agora pude ver em uma cópia excelente integral é o Road Movie com forte carga de tensão e suspense: HITCH HIKE, 1977, de Pasquale Festa Campanile. O filme é uma adaptação da novela: The Violence and the Fury, escrita por Peter Kane e tem como protagonistas: FRANCO NERO, no papel de Walter Mancini, um repórter italiano que viaja com a mulher: CORINNE CLÉRY,  no papel de Eve, perto da fronteira com o México, com um trailer. DAVID HESS surge como Adam, o psicopata que pede carona para o casal e passa a aterrorizá-los em um jogo sádico de poder com inúmeras e surpreendentes reviravoltas.


Adam e Eve (Adão e Eva) é uma referência bíblica presente e citada no filme nos devaneios do insabo personagem de Hess, esse ator de um único papel que foi muito aproveitado pelos diretores italianos, só com Ruggero Deodato ele fez ao menos dois filmes que eu me lembre: HOUSE ON THE EDGE OF THE PARK e BODY COUNT. A forte tensão sexual que rola entre Adam e Eve cresce de intensidade durante todo o filme culminando na bela cena de sexo diante da fogueira sublinhada perla escelente trilha sonora do Mestre: ENNIO MORRICONE. O filme me remeteu diretamente ao clássico de MARIO BAVA: RABID DOGS, por sua tensa e muitas vezes claustrofóbica atmosfera onde a violência e a morte surgem em uma estrada que parece não ter fim e em ambos filmes o final é uma porrada. Falando em desfechos inesperados, o roteiro de HITCH HIKE me surpreendeu por sua reviravolta no que seria naturalmente seu desfecho. Eva aos poucos se transfigura em Lilith pra derrotar seus demônios. Um filme de grandes momentos, imperdível para amantes de road movies e     que surpreende até os cinéfilos mais calejados.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...