06/08/2011

EMANUELLE AND THE WHITE SLAVE TRADE: Mais aventuras erótico/jornalísticas de Laura Gemser e Joe D’Amato.


A série Black Emanuelle é tão longa que foram lançados dois boxes de luxo com seus DVDs, que são um de meus sonhos de consumo até hoje, pois parece que eram edições limitadas. Depois de viajar com a liberada e poderosa repórter Emanuelle em filmes deliciosos como: Emanuelle Around the World, Emanuelle in América, Black Emanuelle e Emanuelle and the Last Cannibals, em suas versões sem cortes, claro, essa tarde resolvi desligar a cabeça do estresse e dos problemas para me divertir com o filme de 1978: EMANUELLE AND THE WHITE SLAVE TRADE, mais um Clássico exploitation da Dupla: JOE D’AMATO e LAURA GEMSER. Escrito e dirigido por D’Amato o filme se passa em várias cidades importantes, se centrando como sempre em Nova Iorque. No início, na África Emanuelle está seguindo a pista de um famoso  chefão do crime, ao lado de uma velha amiga, também muito desinibida e sem repressões sexuais. Em dois momentos observamos a tal amiga de Emanuelle seduzindo um mecânico negro e depois as duas “brincam” no chuveiro, num belo efeito cromático entre as peles: branca e marrom.

Ao chegar em Nova Iorque, Emanuelle testemunha um inacreditável leilão de escravas brancas em pleno centro da Big Apple. Mulheres de todas as etnias surgem e são disputadas por animados e elegantes compradores, tudo observado pela câmera sempre implacável de nossa brava repórter. O que rola depois lembra um pouco o roteiro de Emanuelle in America. Da sequência colorida da sessão de fotos até o destino em San Diego num luxuoso Bordel Secreto comandado por uma tia chamada MADAME CLAUDE, numa clara referência a famosa Cafetina, que tem um assistente que parece uma espécie de travesti. Voyerismo, sexo na câmara de revelação de fotos, nudez gratuita generosa e muitas surpresas acompanharão Emanuelle nessa reportagem quente e muito movimentada. Realmente o saudoso e querido Joe D’Amato sabia nos divertir. Agora estou atrás de outro filme com Laura Gemser: HORROR SAFARI, a Versão sem cortes claro, parece que vai rolar essa semana ainda... o filme tem outro título internacional: Invaders of the Lost Gold, mas acho: Horror Safári muito mais interessante...

6 comentários:

Felipe M. Guerra disse...

É violento esse filme, Carrard? Ou fica mais na sacanagem mesmo?

Marcelo Carrard disse...

É mais Sexploitation mesmo, mas vale a pena para quem curtiy os outros, até onde eu sei não tem sexo explícito, essa seria a versão do D'Amato mesmo, do Box.

Francine disse...

Filme do Joe D'Amato que eu amei de paixão é Imagens de um convento. Gostei das cenas sacanas em que freiras lésbicas não hesitam em pecar contra a castidade.

Quanto a essa série Emanuelle do Joe D'Amato, deve ser mesmo muito interessante. Vou catar por aí.

Adorei teu blog!

Marcelo Carrard disse...

Muito Obrigado pelo comentário. A série Emanuelle do Joe D'Amato é bem divertida, os mais violentos são o Emanuelle in America e o Emanuelle and the Last Cannibals. Adoro o Buio Omega e o Antropophagus dele também, como ele tem uma filmografia muito longa, cerca de 200 filmes, volta e meia se descobre um filme interessante dele.

Julia Bragatto disse...

Olá,
Meu nome é Julia Bragatto, eu faço Cinema na PUC Rio, e estou organizando um curta-documentário sobre a função social do filme de terror no mundo contemporâneo. Vi que o cinema fantástico te interessa bastante, suas críticas são ótimas, achei seu blog pela comunidade do RIOFAN.
Queria saber se a gente poderia conversar,e se você se interessaria em participar do documentário. A intenção é produzir o filme até o final do ano, com entrevistas de profissionais de áreas variadas que tenham opiniões embasadas e de qualidade para contribuir com a discussão.
Se for possível, entra em contato comigo pelo email JU_BRAGATTO@HOTMAIL.COM

Obrigada, e parabéns pelo site!

Julia Bragatto
(21) 8112-7478

Marcelo Carrard disse...

Muito Obrigado Julia. Em breve mandarei um e-mail para vc com mais dados e sugestões de pessoas interessantes aqui de São Paulo que podem contribuir para o seu Documentário.
Até Breve.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...