07/06/2011

MONSTER SHARK aka DEVIL FISH: Um obscuro filme de Lamberto Bava


É impressionante o fascínio dos produtores italianos por filmes de tubarões. De Joe D’Amato até Lamberto Bava a produção é grande até. Dentro desse conjunto de produções B não podemos esquecer do mega trash: O Ultimo Tubarão Branco, que tive o prazer de ver no Cinema, na década de 80 do século passado. Para quem acha que esse filme é tosco, precisam ver o que Lamberto Bava cometeu em 1984, intitulado MONSTER SHARK, aka DEVIL FISH, SHARK ROSSO NELL’OCEANO. Bava assina o filme com o pseudônimo: JOHN M OLD Jr, numa referência ao seu pai : Mario Bava que usou algumas vezes o pseudônimo de JOHN M OLD.

A trama mostra uma praia onde uma estranha criatura marinha parecida com um tubarão pré-histórico passa a atacar pessoas inocentes e perturbar a paz dos golfinhos de um parque aquático. Um cientista louco estaria por trás de tudo ? Sim. É engraçado para o nosso olhar de hoje, a maneira como os computadores são mostrados. Cenas de mergulho aparecem em cena misturados com os ataques da criatura que além de dentes afiados possui tentáculos ?!?!? sim, tentáculos. Muitos momentos de ação, lutas, helicópteros, tiros e lança-chamas aparecem em cena para valorizar a produção, mas é inevitável o fato de que estamos diante de uma tosqueira genuína do Filme B italiano dos anos 80. A sequência noturna da parte final é bem interessante. A música brega dos irmãos De Angelis acentua o charme anos 80 do filme. Uma daquelas produções que valem a pena uma conferida. Eu, particularmente, não conhecia esse filme de Lamberto Bava, até hoje muito mais conhecido como o Diretor de DEMONS, um dos melhores e mais divertidos filmes de todos os tempos...

3 comentários:

Felipe M. Guerra disse...

Fala Carrard. Esse filme chegou a sair em VHS no Brasil com o título "Tubarão Vermelho", se não me engano pela AB Vídeo. Considerei colocá-lo na mostra da obra do Lamberto, mas preferi dar espaço para outros títulos e o tubarão-monstro ficou de fora, uma pena!

M.Carrard disse...

Seria legal ter esse filme na mostra para ouvir dele como cometeu essa pataquada sensacional !!!

Felipe M. Guerra disse...

O Luigi Cozzi falou sobre o processo de produção dele numa entrevista que fiz ano passado durante o Fantaspoa, e que deve virar um documentário para ser exibido em 2012. Parece que foi uma zona mesmo. hehehe.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...