19/06/2011

LATIDOS DE PANICO aka PANIC BEATS: Um Clássico do Mestre Paul Naschy dos anos 80.


Ao lado de Armando de Ossorio e Jordi Grau, PAUL NASCHY forma a tríade sagrada do Horror Cinematográfico Espanhol Clássico, que serviu de alicerce para toda a nova geração de realizadores brilhantes em plena atividade na Espanha. Claro que não posso esquecer do Tio Jess Franco, mas ele é um capítulo a parte. Mesmo após desfilar nas telas uma filmografia sensacional       durante muitos e muitos anos, ao chegar na “Década do Slasher”, Naschy preferiu ser fiel ao seu estilo e lançou em 1983 um thriller com elementos sobrenaturais intitulado: LATIDOS DE PANICO aka PANIC BEATS, onde atua e dirige com muita  personalidade.


Nesse sábado degustei a edição primorosa desse filme lançada pela Mondo Macabro, com o áudio em espanhol que deixa tudo mais over e divertido, e até mais verdadeiro. A trama é clássica: Um homem leva a esposa para sua antiga residência em uma região montanhosa da França para ela se recuperar de um problema cardíaco. Na tal casa viveu um cavaleiro que matou a mulher e três dos cinco filhos como vingança da infidelidade da mulher. O tal cavaleiro aparece na abertura do filme onde durante uma noite de lua cheia o tal cavaleiro persegue e mata brutalmente a mulher que foge nua e ensangüentada. Na casa moram uma antiga criada e sua sobrinha “perigueti” . Não é preciso ser um gênio da adivinhação para descobrir o que vai rolar...


Naschy cria ótimas atmosferas de suspense e horror onde aparições do cavaleiro em sua armadura aterrorizam as mulheres da casa, principalmente a esposa cardíaca. Aos poucos percebemos que     os mistérios da casa não são tão sobrenaturais assim. Depois de muitas reviravoltas e desdobramentos surpreendentes a  trama lentamente irá nos levar para uma parte final aterradora e sangrenta que não desapontará nem os fãs de Naschy e nem os fãs do mais fenuíno Cinema de Horror Europeu. Bela fotografia, principalmente de interiores e uma trilha que em muitos momentos lembra a da saga dos Blind Deads de Ossorio. Vale muito a pena conferir.

3 comentários:

Leopoldo Tauffenbach disse...

Vale lembrar que este filme é uma espécie de continuação de "El Espanto Surge de la Tumba" onde Naschy repete o personagem Alaric de Marnac.

M.Carrard disse...

Vou procurar este filme, muito obrigado pela informação.

Lee Andrews disse...

O filme marca o retorno do personagem Alaric de Marnac, que debutara em El Espanto surge de la tumba. Há ainda El Mariscal del Infierno, este baseado no personagem real Gilles de Rais, militar francês tido como o primeiro serial killer da história. Latidos é excelente, uma história simples muito bem contada. Naschy foi um batalhador do cinema de gênero e é uma verdadeira vergonha que seja desconhecido (e ignorado) aqui no Brasil.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...