01/03/2011

HIDDEN: Mais um exemplar aterrador do Novo Cinema Fantástico da Escandinávia.


Recentemente fui surpreendido por dois filmes vindos da Escandinávia: o norueguês: DEAD SNOW e o sueco: DEIXA ELA ENTRAR, além do vencedor do ultimo CINEFANTASY na categoria Direção: DARK SOULS. Agora  pude conferir uma produção vinda da Noruega, intitulada: HIDDEN, de 2009. O filme tem um roteiro muito bem construído, uma atmosfera sombria, tensa ao narrar a história de um homem   e seus traumas do passado que ressurgem com força após a morte da mãe. A despedida entre mãe e filho já deixa claro ao espectador o q virá pela frente. O filme tem uma bela fotografia, onde o efeito das luzes defeituosas em seu acender e apagar, criam belas tensões cromáticas auxiliadas pelos momentos onde aparece a luz da lanterna e o fogo. A trilha é mais de camadas eletrônicas tensas. Nada fica enterrado para sempre e esse filme deixa isso muito claro. Os traumas do passado, as revelações assustadoras criam com o passar do tempo um filme com muitas surpresas, muito bem conduzido por seu Diretor    jovem, q já possui um interessante traço autoral q nos dá vontade de ver seu próximo trabalho. Parece q ele tem um filme de 2003 VILDMARK. Em HIDDEN, a figura espectral e misteriosa de capuz vermelho me remeteu a outro clássico do Horror Psicológico: DON’T LOOK NOW aka INVERNO DE SANHUE EM VENEZA. A bola vermelha quicando aparece como uma macabra subversão do universo infantil, ao melhor estilo de OPERAZIONE PAURA de Mario Bava. A aparição do penhasco diante da cachoeira é carregada de simbolismos e tem grande importância para a conclusão da trama. Foi um grande prazer conhecer esse filme, adoro me surpreender com filmes q ainda tem esse poder, e os quais, descobrimos por acaso. Altamente recomendado.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...